sexta-feira, 4 de abril de 2014

Brasil Um País de Tolos!!!




Sobre as cotas, ao menos em partes, no Brasil, aponta no mínimo para o erro e equívoco gradativo e histórico que "nossos" governantes cometeram e cometem...

Aponta para o retrocesso educacional, onde nas décadas de 60, 70 e 80 os Liceus eram referenciais na educação, tinha o mesmo nível ou até melhor proporcionalmente ao de uma escola como GEO ou Motiva em João Pessoa.

Vivemos na época do analfabetismo funcional. Gente que lê, mas não compreende. Que termina o ensino básico sem saber ler e escrever, mas que não pode ser reprovado. Época onde a autoridade em sala de aula não é o professor e sim o aluno. 

A respeito, ao menos em partes, no Brasil, no que tange "Os Direitos Humanos"... Que parecem ser muito mais excludentes ao invés de proporcionarem a inclusão social.

Erramos na base, na estrutura, no alicerce, nas raízes, e agora queremos fazer reformas, reparos, correções nos exteriores, nas paredes, nos lugares onde não há sustentação.

Hitler impunha suas ideias por meio da força, do poder bélico, e o sofrimento e a morte eram mecanismos utilizados para fazer valer tais ideias.

Nós vivemos na época em que a razão (capacidade de reflexão, exame da/na consciência) "morreu" ou esta próximo disso.

Os mandos e desmandos em nome sabe-se lá de quem no nosso país é um absurdo. 

As cotas ao invés de resolverem o problema educacional do/no Brasil só geraram outros problemas. 

Preconceito pelo forma de entrada, seja pela cor ou condição sócio econômica ou até mesmo intelectual. 

O próprio aluno que entrou na universidade, muitas vezes sequer tem como chegar a universidade, ou dinheiro para tirar as xerox ou comprar os livros ou materiais que dão sustentação na formação ao longo do curso. 

E onde dormirão? 

E o que comerão? 

Descanso e boa alimentação são fundamentais para uma boa formação!

Se encontra na Constituição da República Federativa do Brasil

Título II  
Dos Direitos e Garantias Fundamentais
Capítulo II  
Dos Direitos Sociais


Art. 6º São direitos sociais a educação, a saúde, a alimentação, o trabalho, a moradia, o lazer, a segurança, a previdência social, a proteção à maternidade e à infância, a assistência aos desamparados, na forma desta Constituição.

Brasil Um País de Tolos!!!




João Vicente Ferreira Neto

quarta-feira, 2 de abril de 2014

Política, Religião e Fé...




Este cristianismo hipócrita e disfarçado de piedade que na sua essencial é legalista e nada tem haver com o evangelho da graça, redenção e perdão de/em Cristo, tal cristianismo disseminado na mídia, na câmara e no Senado federal são oriundos do pragmatismo norte americano que usa a fé como receita de bolo: 4 passos para isso, 7 passos para aquilo, e assim vai.

Aqui se tornou massa de manobra. Usam o nome de Deus para manipular as consciências cauterizadas pelos seus falsos e discriminatórios ensinos.

Mas só enganam aos incultos e incautos. Aos frágeis na fé. Pois ajuntam riquezas para si, mas não enganam aquEle a que tudo e a todos vêem.

O protestantismo histórico e reformado, porém, não NEO PURITANO, tem seus princípios em Cristo e no evangelho que Ele nos ensina, evangelho que nos ensina que não nascemos prontos, mas que vamos nos fazendo todos os dias, que nos ensina que "não há caminhos prontos, o ir faz o caminho" (C.S.Lewis).

Os pseudos "representantes" da comunidade de fé no Brasil dentro da câmara e do Senado não conseguem dialogar com os que pensam diferente, e se portam diferente deles.

Os religiosos que atribuem ao socialismo ou ao capitalismo os problemas que fazem o Brasil sucumbir, não compreenderam sequer o sermão do monte.

Não é impondo a minha forma de pensar que irei transformar os que estão próximos a mim, muito menos ao mundo. E mais, não cabe a mim transformar quem quer que seja. Se amo a Cristo e tenho o evangelho como princípio orientador que me conduz no caminhar, entendo que só há um que ama, salva, perdoa e ensina a quem nEle crer a caminhar o caminho da vida, da paz e do amor.

Dá nojo assistir este embate entre PT e PSDB, mas dá mais ainda assistir gente usando o nome de Deus para defender coisas das quais Deus não faz parte.

André Bieler, Abraão Kuyper, Peter Berger, David Lyon, Francis A Schaffer, Jacques Ellul, Zigmunt Bauman, C.S. Lewis são autores que os cristãos e não cristãos, religiosos e não religiosos deveriam ler para tomarem ciência a respeito do pensamento sócio político dos protestantes, e de como por meio do evangelho tal pensamento é inclusivo, consegue dialogar com socialistas, capitalistas, liberais, conservadores, democratas, republicanos.

Como bem disse Ariovaldo Ramos: "o modelo a ser seguido é aquele ensinado por Cristo na mensagem da montanha/no sermão do monte, o do Reino de Deus".

Quando Marina Silva engavetou o projeto de lei do filho de Silas Malafaia que queria instituir a Bíblia como leitura obrigatória nas escolas públicas, Marina fazia ali a vontade de Deus e não a dela ou do homem, daí a razão de Silas dizer a respeito dela nas últimas eleições presidenciais que "pior que o ímpio é crente dissimulada". Mas não foi homem o suficiente, ou foi dissimulado o suficiente para se vender ao PSDB de José Serra.

Pedro Simon com todo seu conservadorismo ainda é uma referência de um bom parlamentar. A própria Marina, além do surpreendente Romário que tem feito deveras denúncias a respeito de temas importantes, Chico Alencar, Marcelo Freixo e Reguffe são outros. Aqui em João Pessoa Helton Rene faz um brilhante trabalho, e estes citados não necessariamente são evangélicos/protestantes ou religiosos, mas no mínimo exercem com dignidade seus mandatos!

Nem fascismo;
Nem comunismo;
Nem capitalismo;
Nem socialismo;
Nem mesmo cristianismo;
Mas como ensinou o Cristo, que o Reino de Deus seja proclamado!

João Vicente Ferreira Neto

Botafogo 2 x 0 Goiás




Botafogo 2 x 0 Goiás

Genivaldo 8,5 - Paredão, sempre seguro em jogos decisivos;

Ferreira 7,0 - Que bola para Frontini no primeiro gol. Poderia revesar com Pio algumas cobranças de faltas e escanteios. Inclusive deveria ter batido o penalty;

Magno Alves 7,0 - Raça. Muita vontade. Ganhou todas por cima e por baixo;

André Lima 7,0 - Esta óbvio que ele é o titular, e Vilar não tinha dúvidas. No fim acho que estava poupando. No final cansou, afinal estava há um bom tempo sem jogar, espero que tenha sido apenas caimbras;

Celico 6,0 - Não comprometeu. Se jogasse assim sempre evitaria muitos comentários negativos. Confesso até que o achei um tanto quanto abandonado. Toda vez ficava sozinho com o ágil e rápido Rychely. Celico hoje demonstrou muita vontade, e isto é o mínimo que a torcida pede. Sofreu penalty claro que o juiz ignorou;

Zaquel 6,0 - Gigante, polivalente. Jogou muito, também foi expulso justamente. Fará falta, porém será substituído por Hércules;

Pio 5,0 - Sinceramente? Não pela perda do penalty, mas irrita as tentativas seguidas de cobranças de falta ou escanteio sempre no primeiro pau. Irrita assistir ele batendo sempre de três dedos na bola. Fazer o simples as vezes ajuda, que o diga na jogada do segundo gol;

Doda 7,0 - Incansável, raçudo. Parte da torcida reclama que vive voltando o jogo, mas catimba, é aguerrido, sofre faltas estratégicas, se entrega e aparece quando o time precisa;

Lenílson 7,5 - Sempre cresce em jogos importantes. Cadencia o jogo, foi efetivo no segundo gol e quase fez o dele de cabeça. É sem dúvida alguma o cérebro do time;

Aidar 6,5 - Não é só correria. Faz boas jogadas. Estava devendo, mas assim como quase todo o time foi bem. Teve participação crucial no lance que originou o penalty, perdido por Pio;

Frontini 9,0 - A assombração dos esmeraldinos. O melhor em campo, não apenas pelos gols, o que já seria suficiente por demais. Mas pela movimentação. Domínio de bola, faz o pivô, prendendo dois, as vezes três defensores no miolo de zaga do adversário, além do gols ainda deu belos passes, sofreu faltas. Vilar não resta dúvidas a respeito de quem é o nosso centroavante, não é?;

Warley 4,0 - Não dá mais, nem para segundo tempo. Se enrolou com a bola, errou passes e perdeu um gol feito no rebote do penalty de Pio, com o goleiro Renan no chão, praticamente sem reação;

Izaías/Isaías 6,0 - Jogador de marcação muito técnico. Não comprometeu. No sufoco Vilar sabe que tem ele como boa opção no banco. Substituiu bem Lenílson que cansou;

Igor 5,0 - Que saudades do Mário e até do Thuram. Igor é caro, lento, despreparado, grosso, agressivo. Cometeu uma falta violenta no bom ponteiro do Goiás, o juiz e o bandeira especialmente fez vistas grossas, na sequência quase provocou um problema na partida. Se o Belo dispensar não fará falta. Ele o Walter podem ir embora e tragam de volta Mário e Thuram, mais baratos e melhores.

Vilar 8,0 - Graças a Deus atendeu as preces da torcida. Fez as modificações necessárias e urgentes antes do jogo, e no decorrer da partida fez o que lhe foi exigido. Frontini, Lenílson e André Lima tiveram que ser substituídos.

O Goiás é um grande adversário, teve muitas chances, mas parou nos inspirados Genivaldo e Magno Alves.

O penalty perdido por Pio poderá fazer falta, assim como Zaquel que foi justamente expulso.

A arbitragem inverteu algumas jogadas, se perdeu em outras, mas no geral não interferiu ou comprometeu i resultado.

A volta será no estádio da Serrinha e não no Serra Dourada.

Hércules deverá substituir Zaquel, talvez seja a única substituição.

Um gol do Belo lá poderá custar caro ao Goiás e dar a classificação ao Botinha.

João Vicente Ferreira Neto

Seguidores

Postagens populares